O setor imobiliário já passou da fase de previsões e agora observa um grande aumento nas vendas de imóveis e na liberação de novos alvarás de construção. Com taxa Selic a 2%, a menor da história, e demanda dos últimos anos, setor registrou o melhor resultado desde o ano de 2014, mesmo com os preços podendo subir. Leia sobre esse assunto a seguir. 

Crescimento do mercado imobiliário

De acordo com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e a  Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), entre os meses de junho e agosto, as vendas de imóveis no Brasil cresceram cerca de 25% em relação ao mesmo período do ano anterior. Apenas no mês de julho, o número de vendas subiu 58% comparado com o mesmo período de 2019. Esse foi o melhor resultado desde 2014. 

O crescimento no setor imobiliário é reflexo da demanda dos últimos anos e da busca por um imóvel que proporcione melhor qualidade de vida e bem-estar, visto que, com a pandemia, as pessoas passaram a estar mais tempo em suas casas. Mas, o que realmente proporcionou esse momento foram os juros baixíssimos.

Juros Baixos

No final do segundo trimestre de 2020, foram vendidos aproximadamente 75% dos imóveis destinados ao segmento de baixa renda através dos programas sociais como o Minha Casa, Minha Vida e o novo Casa Verde Amarela. Segundo especialistas da área, essa demanda foi estrutural, vinda de famílias que buscam imóveis para viverem melhor. 

A taxa Selic a 2%, a menor da história, e as reduções das taxas de financiamento dos grandes bancos, fizeram com que os interessados procurassem imóveis mesmo no meio de uma pandemia. Por exemplo, a Caixa Econômica Federal reduziu, no começo de outubro, o piso de financiamento imobiliário para para 6,25% ao ano, com teto em 8%, mais a taxa referencial (TR). Com essa mudança, a parcela inicial pode cair até 25%. 

Valorização de imóveis em Itajaí

Segundo o Índice FipeZap, no ano de 2019, a cidade de Itajaí foi destaque no cenário econômico nacional com a valorização dos imóveis. O valor médio dos imóveis cresceu cerca de 4,16%, o maior aumento de Santa Catarina e o segundo maior do Brasil. Além do maior crescimento percentual, em 2019 Itajaí também teve o quarto maior o preço médio do metro quadrado dos imóveis de Santa Catarina, custando até R$ 6.088,00. 

A Criar conta com empreendimentos para todos os gostos e estilos, incluindo unidades com possibilidade de financiamento pelo programa Casa Verde Amarela. Entre em contato com a gente e conheça todas as facilidades para conquistar o sonho do imóvel próprio. Acesse: https://www.criarempreendimentos.com.br/ 

Fonte: Veja, OCP News, Folha do Litoral